Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Aventuras de um português na Alemanha

Seis dias no Médio Oriente

Se há quem lhe chame o segundo Silicon Valley, a verdade é que Tel-Aviv é realmente uma cidade de start-ups, empreendedores e de dinheiro. A pretexto do evento DLD e o TEDx IDC estive com o Lionel (outro empreendedor) em Israel.

 

Dia 1: 30 graus em Novembro, ambiente de Flórida. Primeiro dia da DLD, depois de aterrarmos às 03:50, dormir 2 horas e partir para o evento. Bem recebidos por toda a gente!

 

Dia 2: DLD, networking entre start-ups e cerveja na praia ao fim do dia.


Dia 3: Escapadinha de 5 horas a Jerusalém. Por entre metralhadoras e "Halva", descobrimos uma cidade cheia de história e bela. Pena não haver ainda o Farol Jerusalém (ainda ;) ). Cidade a não perder, com mercados e lojas muito tradicionais. PS: os judeus são mesmo pessoas para negócios, estão lá para isso e muito pouca conversa ou piadas durante as compras: leva ou siga...


Dia 4: Sexta-feira foi dia para praia, jogging e ginásio na praia. Estávamos a 1 minuto da praia. Com temperaturas a rondar os 28-30 graus, isto é o verão em Portuga e pico do verão na Alemanha. Qualidade de vida, tenho a dizer. Os preços dos serviços é caro: 1 cerveja custa 6 euros!!

 

Dia 5: Pequeno almoço na praia (que vida...), e aproveitar para conhecer a cidade. O sábado em Israel é o nosso domingo, isto é, é o dia de descanso. E assim fizemos também. Tel-Aviv não pára, e à noite a animação é imensa, com festas para todos os gostos e bolsos.


Dia 6: Back to work... Participámos no TEDx IDC e mais uma vez fizemos networking. Na madrugada seguinte de volta à Alemanha, sendo escoltado literalmente pelos seguranças do aeroporto! Este pessoal não brinca em serviço.


FAZIT: Fiquei positivamente surpreendido pela simplicidade, simpatia e abertura dos Israelitas. Embora um país tradicional, Tel-Aviv é uma cidade aberta ao mundo, a inovação e a novos projetos. Na cidade "cheira" a dinheiro. Arranha-céus, investidores que arriscam em novas ideias, trazem muito dinheiro e clientes. O empreendedor foca-se no produto.  A Europa está ainda a léguas de distância no apoio a start-ups...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tempo