Domingo, 11 de Novembro de 2012

Quem quer ser parolo? faça um video de promoção do país

Adoro ver os comentários semanais do Professor Marcelo Rebelo de Sousa. Partilho de muitas opiniões que ele tem sobre os temas comentados, mas sugestão de se fazer um video pertensamente para passar uma realidade do que é Portugal na Alemanha é provinciana. E depois de ver o vídeo, parece passar a imagem de um país parolo. Listo algumas razões para justificar a ideia como absurda:

1 - Os Alemães até têm nesta altura boa impressão dos Portugueses. Mostrar este vídeo pode ter o efeito inverso.

2 - Se nós gastámos demais, a culpa é nossa. Comparar os desvaneios gastadores com os desvaneios de uma guerra é de mau gosto.

3 - Se fomos "explorados" pela Alemanha, como o video sugere, então os lorpas somos nós, que nos deixámos enganar por eles (se isso for verdade). Quem assinou a compra dos submarinos, foram os alemães que nos enconstaram uma bala à cabeça?

4 - Que culpa (ativa) tem a Alemanha dos políticos fracos, corruptos, que não têm visão estratégica que temos em Portugal?

 

Estas são apenas algumas das razões pelas quais considero este vídeo inoportuno e de pessoas que deviam mas é arregaçar mangas a trabalhar para melhorar o País, em vez de se queixar. Estou curioso de ver a reação dos Alemães ao vídeo, mas temo que possa fazer com  que eles passem a gostar um pouco "menos" de nós depois disto. Que aconteceria se Alemães passasem um video na RTP e SIC a falar das asneiras que fizemos nos últimos 15 anos? Eu não gostava de certeza...

publicado por bruno@deutschland às 19:52
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Menina ImPerfeita a 12 de Novembro de 2012 às 10:05
Concordo com o teu post. Não vi o vídeo até ao fim porque não acredito que demonstre aquilo que o povo português é, na realidade. Demonstra um povo provinciano, o típico das anedotas que os brasileiros fazem dos portugueses (é o que me lembra). Mas há uma questão fundamental, não fomos nós (povo) que gastou o dinheiro, foram os políticos que não souberam impor a sua força quando recebemos os subsídios da união europeia há mais de uma década atrás. Foram distribuídos pelos "amigos" e não pelas reais necessidades do país. E agora, somos nós que sofremos as consequências, enquanto os nossos políticos não conseguem dar o exemplo ( e sugerirem cortes nos "muitos" subsídios e ajudas que recebem). Mas pior que isso, é quando existem claros casos de corrupção ou de colarinho branco não sejam presos. Talvez os próximos que tentassem pôr a mão ao dinheiro do povo pensassem duas vezes, antes do fazer.
Enfim, concordo contigo quando também referes que devíamos trabalhar mais (e acrescento e fazer menos greves que muitas delas não atingem o objectivo proposto e só fazem com que haja um enorme desperdício de dinheiro, também ele, público).
Beijinhos*
De bruno@deutschland a 12 de Novembro de 2012 às 19:27
A comparação com as piadas dos brasileiros está bem vista ;)

PS: a comunicação social também tem um bocado de culpa no nosso provincianismo, pois em vez de educar as pessoas, alimenta muitas vezes essa ignorância. Faça-se mais jornalismo de investigação, sério, que desperte consciências. Isso também faz parte da Democracia
De Menina ImPerfeita a 12 de Novembro de 2012 às 21:24
Concordo. Se reparares nos últimos dias o tema merkel foi uma constante, até no humor (até eu aderi :P ). O jornalismo de investigação faz falta, tanto para o bem, como para o mal. o jornalismo de investigação, porém, enfrenta um grave obstáculo em portugal, incomoda muitos poderosos (vê só o caso de relvas)
De bruno@deutschland a 12 de Novembro de 2012 às 23:27
Infelizmente tenho de concordar contigo. Mas fico com pena de em Portugal não haver um "Der Spiegel", que semanalmente, há dezenas e dezenas de anos, faz jornalismo de investigação, dá gosto comprar, pois sei que vou descobrir algo por detrás dos títulos que vemos no dia a dia.
A Alemanha tabém tem claro "Correios da Manhã", o Das Bild, e vende que nem cogumelos, mas quem se quer informar, compra algo de mais substância.

Em Portugal há mercado para esse tipo de jornalismo, mas falta também um bocado de força por parte dos media. Como dizes, se calhar é devido à promiscuídade entre poder económico e político. Mas já tivemos melhores jornalistas, há que dizer (generalizo, não falo de todos). Outro exemplo. Na Alemanha, os telejornais têm 30 minutos no máximo, em Portugal uma hora no minímo.
De Carlos Silva a 15 de Novembro de 2012 às 10:17
Eu penso que o ponto:

"2 - Se nós gastámos demais, a culpa é nossa. Comparar os desvaneios gastadores com os desvaneios de uma guerra é de mau gosto."

pode ser muito mal interpretado, visto eu humildemente pensar que uma a guerra étnica imperialista, possa ser, um pouco pior que desvaneios gastadores.

Mas a questão de sustentabilidade da zona euro é uma questão fulcral, e algo insustentavel económica e socialmente deve ser repensado.

Penso que esse vídeo foi um golpe de exaltação de uma questão que ninguém parece perceber:

Uma política de recessão para criar um superávit sustentável para pagar dívidas é estúpido... Se o PIB de um país está a reduzir...a única forma de aumentar a receita é ir subindo os impostos na mesma proporção que a massa tributável desça - killing me softly...
De bruno@deutschland a 19 de Novembro de 2012 às 21:39
Carlos, eu concordo com a sua interpretação. Mas nesse caso o destinatário do vídeo está errado. Deviamos passá-lo na RTP, na TVI e SIC, para todos os políticos que nos levaram a este estado. ahh, e talvez algum canal frances, não vá o nosso emigrante de luxo assistir.

A Alemanha não "obriga" Portugal a tomar estas medidas! Agora, se queremos manter-nos no grupo dos ricos, i.e. do Euro, então não há alternativa.
Acredite que em termos de dores de cabeça, a Alemanha até prefiriria Portugal, Grécia, Espanha, Itália e Irlanda fora do Euro. Mas está a dar-nos a mão (que é também obrigação deles em termos de solidariedade). Mas não temos de esperar que eles nos deem dinheiro e não peçam para isso algo em troca.

Comentar post

...in Deutschland

pesquisar

 

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Fim de Ano nos Alpes

A Geração Rasca a aparece...

Ich hätte gerne einen... ...

Porque paguei eu para vot...

A Europa num mundo cor de...

Viagem pelo maravilhoso m...

Para onde caminha o jorna...

Porque não sou Charlie...

Quem está a matar o paste...

O sabor do verdadeiro caf...

arquivos

Janeiro 2016

Novembro 2015

Setembro 2015

Junho 2015

Março 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Julho 2014

Abril 2014

Janeiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Agosto 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Março 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

favoritos

Porque paguei eu para vot...

links

tempo

Visitantes


Visitors Counter

subscrever feeds