Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aventuras de um português na Alemanha

Portugal vs Alemanha

Nas últimas semanas algumas pessoas em Portugal à procura de novas oportuniddes na Alemanha têm-me contactado, no sentido de saber o que se pode esperar para quem quer emigrar. Ao contrário do que a comunicação social em Portugal tem tentado mostrar, nem tudo é o mar de rosas pintado por muitos jornalistas que induzem em erro aqueles que procuram emprego, e outras condições que infelizmente Portugal não pode oferecer no presente. Isso não significa no entanto que essas oportunidades não existam. O que é necessário é estar atento aos riscos quando se decide embarcar em novas aventuras. Deixo aqui algumas diferenças culturais, de mentalidade, e de vida prática entre a Alemanha e Portugal:

  • Na Alemanha trabalha-se metodicamente, quase tudo é planeado. Em Portugal trabalha-se mais ao nível do improviso. Ambas são boas, mas para quem chega às vezes é difícil a adaptação.
  • Chegar atrasado a uma reunião na Alemanha é falta de educação. Deve-se sempre tentar pelo menos avisar caso não se consiga cumprir o horário.
  • Falar Alemão é fundamental para arranjar emprego na Alemanha. Tirando alguns casos, os Alemães não só fazem questão de falar a sua língua, como exigem por norma a quem contratam. Na maioria dos departamentos públicos, como os centros de emprego, existem directrizes para apenas falar Alemão, mesmo quando sabem Inglês.
  • Os Alemães começam por norma a trabalhar às 8 ou 8.30. Por norma trabalham 8 horas por dia. À sexta-feira sai-se às vezes um bocado mais cedo do trabalho. Não são um povo de fazer muitas horas extra, mas se há prazos para cumprir, são para cumprir.
  • Os dias de férias para um trabalho qualificado são por norma 30 dias/ano, embora legalmente sejam no mínimo 24 dias.
  • Os Alemães gostam em geral do Povo Português. Acham um povo simpático e competente, embora desconheçam  em detalhe o País e a nossa cultura. A maioria dos Alemães nunca visitou Portugal, embora viagem constantemente para Maiorca.
  • Os bens de primeira necessidade na Alemanha são tão caros ou até mais baratos que em Portugal. Para 1 pessoa, 1000 euros mensais dão para sobreviver. Os serviços (cafés, restaurantes, cabeleireiros, etc..) são muito mais caros quem em Portugal, o dobro em geral.
  • Um salário médio para um licenciado varia de região para região, mas em geral são entre 1500 e 2200 euros mensais limpos. Não existe 13. e 14. meses. São 12 meses de salário e negociados normalmente brutos. Normalmente retira-se 40% do salário bruto para dar o líquido.
  • Os Alemães são em geral, e ao contrário do que se pensa, um povo simpático, mas de difícil integração. Gostam dos que se esforçam por falar Alemão e são comunicativos. Não gostam de quem vive em guetos sociais (principalmente turcos).
  • Alugar um quarto na Alemanha custa entre 180 e 400 euros, e um T1 entre 450 e 600 euros mês. Isto inclui por normal água e aquecimento, excepto electricidade.

 

Uma palavra para dizer que a nível de profissionalismo, nós Portugueses temos competências tão boas e até em alguns aspectos melhores que os Alemães. No entanto, os Alemães gostam do "made in Alemão" e por isso um Português para vingar tem de se ultrapassar por forma a ser reconhecido inicialmente. Quem para aqui quiser vir viver, tem de estar disposto dar o máximo.

 

Espero ter ajudado a esclarecer algumas dúvidas. Como disse, existem muitas oportnidades na Alemanha para trabalho. No entanto, é preciso mostrar que se tem competências e perfil para esses trabalhos, pois os Alemães não aceitam o primeiro que aparecer, só porque precisam de trabalhadores. De resto, a vida aqui é razoavelmente agradável (embora falte o sol, o nosso mar e o pastel de nata ; )

Portugal no seu pior...

O caso da divulgação da conversa entre os ministros da Finanças Português e Alemão esta semana mostra o que um jornalismo de irresponsabilidade pode fazer pela (má) imagem de um país.

Este episódio (e justificado pelos jornalistas com outro caso de uma televisão Espanhola) veio mostrar o que de pior existe no sul da Europa:

1 - A TVI violou regras claras na captação de imagens desse tipo de eventos. Visto o Vitor Gaspar não ter dito que tinha morto alguém, é dúbia o interesse em divulgar a conversa como justificou a TVI. Regras são regras, e são para cumprir. Engraçado, fica a parecer que os Portugueses gostam de violar regras...onde é que já vi isto? hmm...

2 - A TVI pode ter posto em xeque o programa de apoio da Alemanha a Portugal. Ao divulgar a notícia, veio colocar problemas internos à Alemanha ao apoio a Portugal. A TVI deve desconhecer que a opinião pública Alemã em geral é contra as ajudas aos países resgatados. A reportagem não veio em nada ajudar Portugal internacionalmente, antes sim dficultar as negociações

 

Conclusão: Em Portugal há muito bom jornalismo, e muito mau jornalismo... Este é o exemplo do que de pior Portugal mostra ao Mundo. Na ância de ganhar share de audiências interna, a TVI conseguiu diminuir Portugal internacionalmente, colocando-o numa posição de fraqueza negocial na ajuda financeira internacional. A irresponsabilidade de pessoas que têm a minha estima (José Alberto Carvalho) deu-me vergonha.

 

Isto nada tem a haver com censura. A democracia é um sistema em que tudo é permitido, até afetar a liberdade dos outros. Espero que os responsáveis sejam punidos pela falta de profissionalismo jornalístico!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tempo