Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Aventuras de um português na Alemanha

Madeira independente?

Ao que parece a Madeira para alguns já é independente. Dois casos:

  • Bruchura da SIXT rent-a-car na Alemanha: tem as taxas para os diferentes países, incluindo Portugal....e Madeira, tendo direito a bandeira e tudo. Comparando por exemplo com Espanha, aparece sempre Espanha, tendo em parentesis os locais em que as taxas variam.
  • Museu da Guinness, em Dublin: Tem umas listagem dos países onde se consome a cerveja. E a Madeira lá está...como país.

Das duas uma, ou quem faz o marketing para estas empresas não percebe muito de geografia, ou as autoridades da Madeira andam a vender a ilha como país para o estrangeiro. Grande João Jardim... Mas nesse caso avisem para também deixarmos de lhes pagar com os nossos impostos.

Cebit e a Feira de Hannover

Na semana passada estive na Cebit, feira tecnológica que anualmente se realiza em Hannover. Entre as centenas de stands de origem asiática (eles andam aí...) encontrei o Stand da NDrive, empresa portuguesa de produtos de navegação por satélite (bastante grande, por sinal).

Mas de tudo o que vi, o que mais me surpreendeu foi o tamanho do centro de exposições. Aquilo é um mundo dentro da cidade, com mais de 30 pavilhões em 200.000 m2, centro de congressos, hotel, etc... Cabem muitas e muitas exponores e Fil´s lá dentro. Tem uma estação de comboios própria e uma pessoa quase se perde lá dentro. É a maior feira de exposições do Mundo. Quando quis apanhar o comboio de regresso a Frankfurt, demorei mais de 25 minutos a lá chegar, do pavilhão onde estava.

 

Durante a visita à Cebit, assisti ainda à entrega de um prémio de "Convergators awards for life achievements" ao Prof. Encarnação, presidente da INI-Graphics. Ele recebeu o prémio por tudo aquilo que tem contribuido na vida para o desenvolvimento de tecnologias para o Futuro.

Um exemplo para muitos académicos e investigadores portugueses. Parabéns, Professor.

Corpo de Afonso Tiago encontrado

O corpo do jovem engenheiro português Afonso Tiago, desaparecido a 10 de Janeiro, foi hoje encontrado pela polícia de Berlim no fundo do rio Spree, na mesma cidade.
A informação foi dada à Lusa pela secretária-geral da Rede Judiciária Europeia, Adélia Martins, que adiantou que a família do jovem já recebeu a notícia e que “ainda se desconhecem as causas” e “se se tratou de um acidente ou de um crime”.
“O corpo do Afonso vai ser autopsiado em Berlim para se chegar a conclusões sobre o que aconteceu”, disse a procuradora Adélia Martins.

in Publico, 06/03/2009

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Tempo